Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

Matias de Carvalho e Vasconcelos (1832-1910)
Ministro dos Negócios da Fazenda

 

nasceu em Ourentã, a 22 de Outubro de 1832, e faleceu em Florença (Italia), a 3 de Dezembro de 1910.

"Era filho de um lavrador abastado, Matias de Carvalho Mendes Coutinho de Vasconcelos.


Frequentou a Universidade de Coimbra, onde, depois de concluir a formatura em Matemática, se doutorou em Filosofia, em 23 de Julho de 1854, sendo pouco depois nomeado lente da sua faculdade.

Em 1859, foi encarregado de uma comissão científica em países estrangeiros por ordem do Governo.
Filiado no Partido Progressista, foi eleito deputado em várias legislaturas e, enquanto tal, manifestou sempre, na discussão de questões cruciais, profundos conhecimentos da área financeira, que ditaram a sua nomeação, em 5 de Março de 1865, para o cargo de ministro dos Negócios da Fazenda do Governo chefiado pelo duque de Loulé, que exerceu até 17 de Abril de 1865.

Após essa breve passagem pelo Governo, foi nomeado director da Casa da Moeda, cargo em que se tornou notório pelas reformas que levou a cabo na instituição, tanto na cunhagem de moeda como no fabrico das estampilhas do imposto de selo, que se encontravam desorganizados.
Deixou a direcção da Casa da Moeda para iniciar a carreira diplomática, na qual se estreou com a nomeação de enviado extraordinário e ministro plenipotenciário de Portugal no Rio de Janeiro.

Elevado, entretanto, à dignidade de par do Reino, de que tomou posse na respectiva câmara, na sessão de 3 de Fevereiro de 1880, seria forçado a abandonar o Brasil, devido a problemas de saúde. Dá-se, então, a sua recondução para a Legação de Roma, junto do Governo de Itália, permanecendo aí até 1894, ano em que foi transferido para Berlim. Uma vez mais, a saúde não lhe permitiu uma estada longa na Alemanha, pelo que regressou a Itália.

Deixou a missão diplomática em Itália para integrar o Ministério que, entretanto, se formava em Portugal, sob a presidência de José Luciano de Castro, sendo encarregado da pasta dos Negócios Estrangeiros entre 10 de Março e 9 de Novembro de 1897.

Quando saiu do Ministério, regressou a Roma na qualidade de ministro de Portugal, onde participou, como delegado diplomático, no Congresso de 1905, mantendo-se no referido cargo até à proclamação da República Portuguesa. Autor de vários escritos de índole científica e financeira, era, ainda, conselheiro, comendador da Ordem de Cristo e sócio correspondente da Academia Real das Ciências de Lisboa."
 

 

 

Obras que ele escreveu :
 
- Principios da physica e chimica. Imprensa da Universida de Coimbra. 1855
- Instituto vol. VII, n° 10 e 12, vol. VIII n0 2, 3 e 4, etc. [publicou os relatorios sobre os trabalhos que foi encarregado na sua viagem scientifica a França]
- A questão da fazenda : discurso pronunciado na Câmara dos Dignos Pares em sessão de 29 de Dezembro de 1891 / Matias de Carvalho e Vasconcelos. Lisboa : Imp. Nacional, 1892.

 

 
Genealogia :
 
No site Internet da Secretaria Geral do Ministério das Finanças está escrito que ele nasceu em Ourentã.
Nos assentos, descobri que ele foi baptisado em Cantanhede em 29/10/1832, não se fala de Ourentã.  No entanto, sabemos que sua mãe nasceu efectivamente em Ourentã. Talvez ele
nascesse em Ourentã (na casa dos avos ?) e foi depois baptisado em Cantanhede, terra onde morava seus pais ?


Matias de Carvalho e Vasconcelos :

filho de Matias de Carvalho Mendes Coutinho de Vasconcelos e D. Joana Emilia Toscana (nascida em 03/09/1795 em Ourentã)
neto paterno de Antonio Pedro de Carvalho e de D. Monica da Moja e Azevedo assistentes na Quinta da Almoxarife
neto materno de Manoel José Toscano Figueiredo e Albuquerque e de D. Joaquina Ignacia de Ourentã

esses ultimos são filhos de :
- Manoel José Toscano e Albuquerque filho de Bernardo José Toscano Figueiredo e Albuquerque e D. Sebastiana Josefa dos Martires (da Vacariça)
- D. Joaquina Ignacia filha de Manoel José Cerveira Valente e Eulalia Maria (de Arazede)
Matias de Carvalho e Vasconcelos tinha pelo menos dois irmãos :
- Manuel de Carvalho Coutinho e Vasconcellos
 
Fontes :
- site da Secretaria Geral do Ministério das Finanças (SGMF) (ficheiro PDF)

texto e retrato de Matias de Carvalho e Vasconcelos

- Memória histórica da faculdade de philosophia. 1872. Jacintho Antonio de Souza. p 265.

- Pesquisas pessoais para a genealogia
 
Meus Artigos :
Tag(s) : #Cantanhede, #Cantanhede : Pessoas, #Ourentã, #Brasil

Partager cet article

Repost 0