Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

 Antigamente, era um acidente muito frequente os condutores de carros de bois serem feridos pelos bois ou pelo carro. Se não era o proprietário, pudiam ser os próprios bois que ficavam feridos.
Encontram-se frequentemente ex-votos que relatam esses acidentes, dai vê-se a importância que tinha antigamente.


Já dei a noticia de Francisco José de Seiça (1788-1867), de Ourentã, cujo boi ficou manco e que deixou um ex-voto a São Tiago por lhe ter curado o boi.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nos jornais também se encontram noticias desses eventos :


"Sinistro
No sabado, 28 do mez findo, seriam 8 horas e meia da noite, Joaquim Simões Jaria, casado d'Ançã, acompanhava um carro e bois conduzindo uma dorna com uvas. No caminho o carro tombou e o Jaria foi colhido pela dorna que embateu o infeliz sobre uma barreira, e so passado cerca de 2 quartos de hora foi retirado em misero estado, havendo poucas esperanças o salvar."
 
Jornal de Cantanhede, n°15 06/10/1889, p4


"Desastre
Em Ourentã, encontra-se em estado grave o Sr Manoel Marques, em consequancia ter ficado debaixo d'um carro de lenha, do qual era conductor.
Ahi estão os resultados de não acatarem os regulamentos policiaes, que determinam que os conductores dos carros vão na frente dos bois."

 

 

 

 

 

 

 

 

Noticias de Cantanhede, n°29 11/09/1910, p3

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

Tag(s) : #Antigamente, #Cantanhede, #Cantanhede : Pessoas, #Cantanhede : Eventos

Partager cet article

Repost 0