Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

No Sabado de Aleluia (dia antes da Pascoa), é realisado a Queima do Judas.
Um boneco de tamanho humano, feito de palha, jornais... é passeado pelas ruas, enforcado, e finalmente queimado.

Oficialmente, simbolisa a morte de Judas Iscariote, mas alguns factos (o verdadeiro Judas não foi queimado por exemplo), mostram que não é essa a sua primeira significação. Em toda a Europa existem festas idênticas, no mesmo periodo (que coincide mais ou menos com o principio da Primavera), mas com efigies diferentes:  o Inverno, o Velho, Lutero, a Bruxa... A passagem do Inverno para a Primavera, da noite para o dia, era celebrada pelos povos primitivos com sacrificios diversos. Essas ceremonias antigas foram asorvidas e depuradas pelo cristianismo. A actual Queima do Judas é o que resta dessas ceremonias, que evoluindo com o decorrer dos tempos, e por ingénua deformação, encabeçaram no Judas.

A Queima do Judas em Cantanhede


"Meses ates, o Ti Augusto da Inacia elegia a vitima que iria ser queimada como JUDAS. Não era que quisesse amesquinhar quem quer que fosse, servindo de carrasco, mas antes desejava, numa certa atitude pedagogica, "refrear" os apetites desajustados de alguns avarentos ou furretas, ou demasiado exigentes no exercicio de funções de interesse publico, como foram os casos de : O Major, o Ramalho da Junta Autonoma das Estradas, ou Sr Seixo da farmacia a quem fizeram o segunite verso :

O Seixo, O Seixo, O Seixo, o pedragulho
Por causa de um tostão
Não faças tanto barulho, etc...

[...]

[Essa tradição realisou-se] pela ultima vez por volta de 1950, ainda foi recordada pelos ESTICADINHOS, na época de 1991, mas não lhe deram continuidade."


Fonte :
- Ernesto VEIGA de OLIVEIRA. Festividades Ciclicas em Portugal. Dom Quixote : 1984. pp75-84.
- Antonio Alexandre HENRIQUES FIGUEIRA. Personalidades Ilustres, gente de bem e figuras tipicas de Cantanhede. 2001. pp 255-256


Tag(s) : #Cantanhede

Partager cet article

Repost 0