Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

 

Lá em Fevereiro,
Que leva a ovelha
E o carneiro

Fevereiro faz dia
E logo Santa Maria

O primeiro [dia] jejuarás
O segundo guardarás,
E o terceiro irás a S. Brás

Se a Senhora da Luz chorar,
Está o Inverno a acabar ;
Se a Senhora da Luz rir,
Está o Inverno pr’a vir

Quando a Candelaria chora,
O inverno está fora ;
Quando a Candelaria ri,
O inverno está p’ra vir

Se a Candeia chora,
Está Inverno fora ;
Se a Candeia rir,
Está Inverno por vir

Quando as Candeias choram,
O Inverno vae fora ;
E quando riem,
O Inverno está p’ra vir

Fevereiro,
Enganou a mãe ao soalheiro

Fevereiro
Agora a mãe no ribeiro

Fevereiro, couveiro,
Affaz a perdiz ao soalheiro,
Março tres ou quatro,
Em Abril está cheio o covil,
Em Maio… pio, pio, pelo matto
  A castanha e o vesugo
Em Fevereiro não tem çumo

Para parte de Fevereiro
Guarda lenha

Fevereiro
Fêveras de frio
E néao de linho

Agua de Fevereiro
Mata o onzeneiro

Em não chovendo em Fevereiro,
Nem bom prado, nem bom palheiro

Quando não chove em Fevereiro,
Não ha bom prado, nem bom centeio

Pelo S. Mathias,
Antes de Março cinco dias
Salta a boga na cascalheira

Por S. Mathias
As noites eguaes aos dias

Em dia de S. Mathias
Começam as enxertias

Fevereiro coxo,
Em seus dias vinte oito

Fevereiro
Séca as fontes,
Ou leva as pontes

Se em Fevereiro não chover,
Não terás prado abundante
Nem centeio has de ter

 

 

Fonte :

Revista Lusitana, vol II, Livraria Portuense, 1890-1892, pp124-126

Tag(s) : #Tradições, #Antigamente, #Adagios

Partager cet article

Repost 0