Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog

 

 

O Grupo folclorico "Os Bairradinos" de Ourentã foi fundado em 1977. Festejou em 2007 os seus 30 anos de actividade. Existem duas secções : o grupo infantil e o grupo juvenil.

Também dansou durante alguns anos um outro grupo, fundado em 1982, as "Flores Douradas de Ourentã".

Algumas danças : o Malhão, o Verde Gaio, o Salgueiro, o Vira do Picadinho, ...

 

 

 

 

 

 

 

O Grupo por volta de 1977, frente à Igreja Matriz  
 
   
 em 2007  
 

 

 

 

 

 

 

 

Festival em Ourentã (2008)    
 


Pedaços de cantigas :

 

 

 

 

 

 

O Maneio

...

Não te encostes à parreira,

Que a parreira deita pó
Encosta-te à minha beira

Sou solteiro e vivo só

...

 

Ai… agora é que me maneio

é que me maneio, é que me rebolo
nos braços do meu amor,

ai agora é que me consolo

...



Regadinho

...
Rego ao lado
Avental de bico
Atras da capela
Anda o bailarico

...



O Balancé

...

Ó balancé balancé

Balancé da neve pura

Ó minha salva rainha

Ó minha vida doçura
...

 

Ora ponha aqui o seu pézinho

Ora dizem mal dos caçadores

Ora dizem mal dos caçadores

Ai por matarem, ai por matarem os perdais

Ai os olhos, ai os olhos do meu amor

Ainda matam, ainda matam muito mais

 

Ora ponha aqui,

Ora ponha aqui o seu pézinho

Ora ponha aqui,

Ora ponha aqui ao pé do meu

 

Ao retirar,

Ao retirar o seu pézinho

Ai um abraço,

Ai um abraço lhe dou eu

 

O salgueiro

O salgueiro à borda d’água

Dá-lhe o vento, balanceia

Quem tem seus amores na terra

Pela porta lhe passeia

 

Um bracinho bem apertado

Para quem ama não é pecado

Não pecado, não é não, não

Um abracinho do coração

 

Um só é pouco

Dois é conta certa

Toma-lá mais outro

Ora aperta, aperta

 

Um bracinho bem apertado

Para quem ama não é pecado

Não pecado, não é não, não

Um abracinho do coração



Santa Justa

Ó Coimbra, ó Coimbra

Ó Largo de Santa Justa

Foi-se o meu amor pr’a guerra

Sabe Deus o que me custa

 

Sabe Deus o que me custa

Sabe Deus meu sofrimento

Foi-se embora o meu amor

Não me sai do pensamento

 

 

[? na cabeleira]

Ai ó rosa do jardim ao lado

Que no meio na nossa dança

Ha de haver algum noivado

 

Ai se houver algum noivado

É sinal de que há casamento

Eu não sei se é bom casar

Não me sai do pensamento

 

 

Não me sai do pensamento

Só Deus sabe o que me custa

A toda a hora e momento

Vejo o Largo de Santa Justa

 

Igreja de Santa Justa

Tem um altar do Senhor

Ei de pedir de joelhos

Que me traga o meu amor





Videos :
 
"O Salgueiro" : Festival Folclorico em Ourentã 2007
(dança do grupo com o publico) :

 

 

 

 

 

 


 



"Os Bairradinos" de Ourentã na Expofacic de Cantanhede 2005

Grupo Juvenil :

 

 

 

 

 

 

Entrada "Ribeirinha"   "Verde Gaio"
 
     
 "Praia de Mira"    "Dança Malhão"
 
     
 "O Vira gaiteiro"    "As ruas de Ourentã"
 
     
 "Santa Justa"    "Trigueirinha"
 
     
 "O Regadinho"    "Vira do Picadinho"
 
     
 "Romaria"    Marcha de Saida
 
     


Grupo Infantil :

 

 

 

 

 

 

Entrada "A Padeirinha"   "O Maneio"
 
     
 "Laranjinha"   "Balancé"
 
       
"Ora ponha aqui o seu pézinho"   "Vira"  
 
       
 Marcha de Saida      
     
       
 



Fonte :
Pe MARQUES Manuel. Monografia da freguesia de Ourentã. Coimbra : 1992. pp65-66.
Meus videos

 

 


 

Tag(s) : #Cantanhede, #Cantanhede : Tradições, #Ourentã

Partager cet article

Repost 0
Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :